O velho, o charuto e a fumaça

          Leia tentando sentir o cheiro da fumaça

O velho acende o seu charuto no final da tarde e em meio de suas tragadas começa a viver seus devaneios… Na incrível metamorfose do tempo, o momento se torna o agora, assim o dia e a noite, a manhã e a tarde, o segundo, o minuto e a hora, são apenas os espaços para as ações humanas, sendo necessário compreender que a vida não é feita apenas do ato de respirar, mas também é marcada pela falta do fôlego. #microcontosementesdementes #microcontosdm

          
                   
         

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *