Poema compartilhado do Facebook do amigo e professor José Marcel

Para todos os meus amigos/colegas professores, de Sociologia, de Filosofia, de História, de Geografia, de Literatura, de qualquer disciplina ou sabença que "confirma no Homem a sua humanidade", a minha homenagem com as palavras do grande poeta nordestino Patativa do Assaré:

"Será que ser comunista

É dar ao pobre instrução,

Defendendo os seus direitos

Dentro da justa razão,

tirando a pobreza ingênua

das trevas da opressão.

Será que ser comunista

É mostrar certeiros planos

para que o povo não viva

Envolvidos nos enganos

E possam se defender

Do jugo dos desumanos.

Será que ser comunista

É saber sentir as dores

Da classe dos operários,

Também dos agricultores

Procurando amenizar

Horrores e mais horrores.

Tudo isto, leitor é truque

De gente sem coração

Que com o fim de trazer

Os pobres na sujeição,

Da palavra comunismo inventa um bicho-papão.

Quando Jesus Cristo andou

Pregando a sua missão,

Falou sobre a igualdade,

Fraternidade e união,

Não pode haver injustiça

Na sua religião.

Pois vemos o estudante

Pelo poder perseguido,

Operário, agricultor,

O nosso índio querido

E o negro? Pobre coitado!

É o mais desprotegido."

(…)

Patativa do Assaré – O padre Henrique e o Dragão da Maldade. "Ispinho e fulô".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *